Arquivo do autor:admin

História da Ilha do Mel

    Deixe um comentário

Conheça um pouco da nossa Ilha do Mel.

São exatos 2.701 hectares de rochas, praias e áreas verdes – manguezais, restinga e floresta atlântica.

A Ilha do Mel é a beleza mais luminosa da baía de Paranaguá. Quase toda sua área foi transformada em estação ecológica em 1982 e, mais tarde, em reserva da biosfera. Suas construções históricas remontam ao século XVIII.

A Gruta das Encantadas está envolta em fantasias sobre lindas mulheres que atraem os homens nas noites de luar. Sem ruas, a ilha é pródiga de trilhas que conduzem a todos os lugares. A travessia é normalmente feita por Pontal do Sul, município de Pontal do Paraná, numa viagem que dura 30 minutos.

O misticismo das Encantadas – Localizada no extremo sul da Ilha do Mel, a localidade de Encantadas tem muitas belezas naturais, com abundância de morros rochosos próprios para esportes como caminhada, para-glide e montanhismo, além de praias com águas limpas e azuis para mergulho, esportes náuticos e esportes de areia.

A Lenda das Encantadas – Contam os Caigangues do Paraná que há muito tempo atrás, na Praia das Conchas, ao sul da Ilha do Mel, na gruta das Encantadas, viviam lindas mulheres que bailavam e cantavam ao nascer do Sol e ao crepúsculo.

O canto delas era inebriante, dormente e perigoso para qualquer mortal. Se um pescador as escutasse, por certo perderia o rumo de sua embarcação, indo bater nas rochas e naufragar.

As Encantadas são Deusas-Sereias do mar, e como tais nos mostram o elemento destruidor negativo que pode se manifestar quando seguimos irrefletidamente intuições e inspirações. Isso nos parece familiar quando pensamos nos artistas e pessoas criativas que se destroem por darem ouvido a essas vozes espectrais, deixando-se arrastar pelas “Sereias” que habitam a nossa psique. Já outros, entretanto, são capazes de usar a intuição de forma positiva e, por vezes, uma torrente de energias criativas parece derramar-se deles.

Forte em tempos de guerra, bela em tempos de paz A construção da Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres é a primeira referência histórica da Ilha do Mel.

A construção da fortaleza começou em 1767 por ordem da Coroa Portuguesa, e sua função era defender o Brasil de invasões espanholas.

A Fortaleza foi o único estabelecimento militar do Paraná durante o século XVII, e foi o primeiro forte do Brasil a entrar em combate.

Farol das Conchas – Construído em 1872, por ordem de Dom Pedro II, para orientar os navegadores da Baía de Paranaguá. Localiza-se no Morro das Conchas.

Gruta das Encantadas – Situa-se na parte meridional da Ilha, em grande paredão rochoso, sendo um local envolto em lendas e histórias fantásticas.

Praias – Prainhas, Brasília, Limoeiro, do Cassual, da Fortaleza, do Farol, Grande, do Miguel, de Fora, do Belo e Ponta Oeste.

A Ilha do Mel é uma formação geológica localizada no litoral do Paraná e possui um Zoneamento Ecológico e de Uso Público.

No ano de 1982, o serviço de patrimônio da união transferiu a administração da Ilha do Mel, por aforamento, ao estado do Paraná, gravando como cláusula condicionante a instituição de uma unidade de conservação que protegesse os seus ecossistemas naturais. Assim, cerca de 95% da superfície da ilha constitui uma estação ecológica, englobando manguezais, restingas, brejos litorâneos e caxetais.


Como Chegar

    Deixe um comentário

Saindo de Curitiba você deve pegar a rodovia BR 277 com destino a Paranaguá.Você irá trafegar todo o trecho através de moderna rodovia com pista dupla e muito bem sinalizada. Todo o trajeto você contará com ótimo apoio da concessionária Ecovia, responsável pela manutenção da estrada.

Na saída de Curitiba você deverá parar no posto de pedágio, o único até o litoral.

São 90 quilômetros toda a viagem até Paranaguá/PR, dali você deve tomar um barco com destino para a Ilha do Mel. A travessia leva aproximadamente 1h45min. para um trajeto de 15 milhas.

As saídas regulares são as 08h00s e os retornos as 15h00s.

Outra opção também pela BR 277, é você após a localidade de Alexandra, a uns 10 quilômetros antes de Paranaguá, é dobrar à direita na PR 407, mais conhecida como estrada velha (Pontal do Paraná/PR). Muito bem conservada, porem pista simples você chegará à cidade de Pontal do Paraná. Naquela localidade deverá seguir a esquerda, agora na PR 412 pôr mais uns 27 quilômetros até o balneário de Pontal do Sul.

Pela rodovia BR 376 você também chega ao Litoral do Paraná. Esta é a rodovia que liga Florianópolis à Curitiba e na altura da localidade de Garuva/SC, você deverá dobrar à esquerda na PR 412, estrada de pista simples, e rodar pôr uns 38 quilômetros até Guaratuba/PR, ali você deverá tomar a balsa, atravessando a baia até chegar na cidade de Matinhos/PR.

Continue pela PR 412, a Rodovia das Praias até o balneário de Pontal do Sul, lá você deve fazer a travessia de barco.

Saídas diárias de hora em hora, conforme a lotação, das 08h00s até às 18h00s para uma travessia de aproximadamente 30 minutos.

Ao chegar em Pontal do Sul basta seguir as placas indicativas até o Terminal de Embarque (oficial). Deve ser preenchido o cadastro de visitantes pois a Ilha do Mel comporta no máximo 5.000 visitantes.

O transporte marítimo é efetuado pela Abaline (Associação dos Barqueiros das Baías do Litoral Norte do Estado do Paraná, Fone 41.3455-2616).

Todos os barcos assim como a sua tripulação são habilitados e vistoriados periodicamente pela Capitania do Portos do Paraná, a fim de garantir a segurança dos passageiros.Na passagem ida e volta estão inclusas todas a taxas, e a taxa de visitação é investida na Ilha para o recolhimento do lixo, arrumar pontes e caminhos, construção e manutenção do trapiche, ajuda no transporte marítimo das crianças à escola, cursos de capacitação informativo, posto de informações ao turista, promoção de festividades locais, etc… enfim a taxa é revertida para o bem da comunidade e dos visitantes.

Depois de desembarcar no trapiche da Praia Encantadas é só caminhar aproximadamente 500mts a esquerda que localizarão a Pousada Coração da Ilha

Você pode vir ao Litoral saindo de Curitiba, de ônibus ou de Trem.

As saídas para Paranaguá ou Pontal do Paraná (pontal do sul), são da estação Rodoferroviária e a empresa que faz o trajeto é a Viação Graciosa ou de Trem pela Serra Verde.

Várias são as opções de horários e em dias de grande movimento, ônibus extra são colocados a disposição dos usuários.Um belo passeio é vir ao litoral de trem.

Saindo de Curitiba você vai até Paranaguá. A viagem é uma aventura inesquecível, em meio a lindas paisagens. O trecho é administrado pela empresa Serra Verde Express e as saídas são da estação Rodoferroviária.


Origem do nome “Ilha do mel”

    Deixe um comentário

Origem do nome:

Existem várias versões sobre a origem do nome “Ilha do Mel”:

– Antes da Segunda Guerra Mundial a ilha era conhecida como a ilha do Almirante Mehl que se dedicou à apicultura e cuja família lá freqüentava.

– Marinheiros aposentados viviam na Ilha e dedicaram-se à apicultura, produzindo uma quantidade tamanha que chegaram a exportar o produto até os anos 60.

– A água doce existente na ilha contém mercúrio. Em contato com a água salgada isto causa uma coloração amarela, semelhante à cor de favos de mel.

– Os índios Carijós que viviam na região apreciavam muito o mel de abelhas, então a exploração apícola é antiga.

– A ilha seria entreposto para navios comprarem mantimentos, entre eles farinha (mehl em alemão).

Qual será a verdadeira teoria para o nome?